The Wreck Of The Beautiful


WELCOME TO THE CITYSCAPE
July 2, 2009, 14:46
Filed under: The Cityscape

cityscape

You find yourself ashore this foul harbour, part of a gigantic, rain-soaked urban landscape; some form of Oceania, New Bedlam, New Ataraxia and the Interzone all spliced together. It doesn’t matter what you call it or what it looks like from where you stand at any particular moment in time. Spend long enough in this place and you will come to gain an inkling of how large it is, how it changes constantly – a territory impossible to map definitively, its politics too fickle and short-lived to fully grasp, its history too incongruent and overlapping, convoluted, paradoxical.

Think of the Cityscape as being itself a multiverse, an ever world-making, planetary snowflake surging kaleidoscopically in nauseous mutation. Think of it as a metropolitan Aleph, a united infinity, the single glance within which all reality is manifest simultaneously. The veritable horizon of “equal-opportunity”; its territory is home to every self-serving political regime, every black corporation, every fringe movement, every psycho-slasher, every occultist nutcase and closet-revolutionary, every sociopath freak and half-human transient – you name it, you’ll find it here. A place for the resolutely lonely, the outcast, the reject, the escapist and the extremophile alike. A place you’ll visit repeatedly to inoculate the small doses of your poison of choice, your heavy liquid, your vellocet, your synthemesc, your drencrom. They are all readily available.

Obsessed with the sprawling technoscape, as it exhales its pungent smell of nihilistic frivolity, myself and few others labour neurotically at the infinite task of drawing its impossible map. Call us the Extremophiles. Aristocrats who have thinned out their blood, the natural body engineered for harshness and deprivation now infatuated with chimeras fashioned from printing inks, hertzian waves, cathode rays, copper filament and liquid crystal. We are the future, we are the men devoid of criteria. Addicted to the little horror-show we fill our stomachs to the brim, engorging on the overwhelming surge of information. We flounder in culture shock, dizzy, drowning in bewildering emptiness, relishing every moment. Powerless to resist the daily fix, we contort nauseated and digest it all and know there is no way out.

This is the Cityscape. And these are the chronicles of one of the Extremophiles. Little acts of thoughtcrime; my lawless, pointless revolution. Here you will certainly find the privileged view to the eternal repetition of the wreck of the Beautiful. Welcome. Welcome to the Cityscape.

Advertisements

15 Comments so far
Leave a comment

É por tudo isto que escreves neste primeiro post de apresentação que és e sempre serás um dos meus visitantes favoritos da Interzona.
Este post foi dos mais brilhantes que li na blogoesfera, magistralmente bem escrito e bem ao gosto do madmax, sem dúvida que a tua Cityscape atinge proporções épicas, imprimiste um carácter de Ficção Ciêntífica ao espaço, a estética está genial e relembra bem as cores e formatos de revistas dos anos 80. O facto de teres posto uma fotografia revela um carácter mais afirmativo e mais ostensivo, é como se estivesses a iniciar uma revolução contra-revolucionária de todo um role de assuntos cáusticos aos ruivinhos da zona oriental de Lisboa e às meninas do B.E.
E é por este novo pedaço de paraíso que é o teu bloge que algo em ti é revelado como sendo profundamente cavalheiresco.
Estás sem dúvida na linha da frente de uma pequena revolução cibernética, deixa-me viver na tua cidade que a Interzona está deserta, administra na minha veia todas as drogas da CityScape que conseguires, torna-te o meu Dealer Pessoal.
Farei sem dúvida muitas referências a este espaço renovado na Interzona e irei dedicar-lhe muitos posts. É de facto um prazer visitar este espaço e sinto algo de familiar nele.
Adorei a fotografia e estaria aqui infinitamente a elogiar a tua ideia e por favor não deixes a CityScape abandonada por muito tempo.

Cordialmente

madmax

Comment by madmax

Boa escolha de tecnologia, fico feliz que tenhas saindo do Blogger, e muito limitado.

De resto gosto muito desta afirmacao, bem vindo ao mundo da technocracia existencial.

N

Comment by N

TAKE ME DOWN TO THE PARIDISE CITY, IN ENGLISH PLEASE!!!

Comment by oh yeah

Adoro isto e venha mais um gin!

Comment by oreporterx

Pá esta cena dos bloges alternadeiros é muito giro mas é só se os blogistas comentarem os blogs uns dos outros, Repórter X e Extremophile, existe uma Interzone que precisa da vossa visita, ou agora que são frequentadores de CityScape já cagaram para O Moloko Bar da Internet?
Há algures uma Delta City em construção. Talvez fosse motivo para pesquisarem na net.

Comment by madmax

Calling all agents
calling all agents
agent k9 is down
must stop virus
calling all agents
calling all agents

Comment by Nuno Marques

Esta cidade é uma seca, só tem uma página.
“But, well, that´s the point”, diz um habitante amaricano levado pela ventania e cus copos na mão.

Comment by vizinhança 123

S desculpa o este excessivo comentario mas nao resisto:

Temos de ir pintar aquele mural que combinamos pintar nos tempos de putos… o nosso auto-retrato em roupas futuristicas a escrever aquele texto…

E espero que seja em LX nao na Cityscape ;)

Nao podia passar daqui, tinha de o dizer no primeiro post da Cityscape.

Comment by N Lopes

I read an article about you in some Vogue Magazine. It was about a man ahead of his time.

Comment by LAZ

Caro Extremophile.

Muito mais apraz saber que ainda estás vivo, pensava que Cityscape tivesse sido invadida por feministas e gaijinhas frívolas e por rocker´s sex-simbols, se assim for não hesites em chamar-me, o meu V8 e a minha caçadeira de canos serrados estão a postos. Posso também levar a motosserra do LeatherFace ou o coto do Jason.
Relativamente à Interzona te devo dizer que nova bolsa de resistentes e guerreiros de estrada têm sido recebidos, por instantes pensei que a desolação desértica Burroughsiana representasse o meu fim, cheguei mesmo a remover o Bloge.
Desde que falei de Picha e de Crumb´s tenho sido visitado, espero também em breve um novo comentário de uma skater minha conterrânea ao Post de Skates.
Agradeço a tua correcção relativamente ao Post de Picha, és sem dúvida um Mestre que quero ter por perto no que toca a Banda Desenhada, mas eu sabia previamente que aquele cartoon não era de Picha, mas quando o vi não resisti a usá-lo para ilustrar o Post, aquela merda é mesmo a minha visão do feminismo.
Pá fica atento porque em breve vou escrever um Post sobre Jonh Derf o gajo do “My Friend Dhamer” e um gajo que me recomendaram na B.D Mania, Peter Bagge. O post de Derf será sobre a história do Punk em B.D e o outro será sobre o ambiente Grunge na Seattle dos anos 90.
Em breve estará aí mais um Motel X, pá seria porreiro irmos os dois. Relativamente à tua ausência meu, vai dizendo cenas, qualquer dia casas e tens um filho ou dois e a malta deixa de se ver.

madmax

Comment by madmax

Cityscape?
It’s too far, sweety.
The door is locked from the inside.
Don’t wait around, I won’t arrive
Keep a room somewhere for me
I’ll find it on my way back …

Comment by ;p

Vous êtes le paradise city

Comment by αυτός που σας αγαπά

I wasn’t able to talk to you for like
a couple of months
and it made me feel like part of my brain was missing.

Comment by .

Poderias deszombificar o wreck? Por muito bom que seja o texto é ainda apenas 1 (um) texto. Como diz o povo, deslarga a guitarra, pá!
Dois links para coisas tão más que são horríveis (ou, possivelmente, geniais pináculos da comédia):
http://cogsdev.110mb.com/cwcipedia/index.php/Sonichu_Comic_Collection

http://myimmortalrehost.webs.com/chapters122.htm

KEEP ON TRUCKIN´

Comment by **********

Agradecimentos sinceros a todos os habitantes de CityScape e ao Extremophile em Particular.

Não podia deixar de agradecer publicamente ao Extremophile a fabulástica placa fronteiriça (novo logo da Interzone) que ele tão fraternamente desenhou para os habitantes da minha cidade. O bloge ficou com um toque pessoal excepcional e com uma marca deste amigo que tem tratado tão bem o meu bloge assim como todos os textos que nele tenho escrito.

Devo também acrescentar que o Delorean ficou um espanto no teu bloge. Pena o trágico destino que a fábrica deste icóne dos anos 80 teve depois de todos aqueles problemas referentes à lavagem de dinheiro e sucessiva falência que a fábrica sofreu.

Parece que ainda podem ser feitos por encomenda mas não estou certo.

Abraços.

Comment by madmax




Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s



%d bloggers like this: